quarta-feira, 30 de maio de 2012

João Bernardo. 30/5/2012
Primeiramente, li seu livro e gostei muitíssimo! Achei sua atitude ousada. Essa atitude irá ajudar muitos transhomens. Pelo menos à mim ajudou bastante.
Saber que outros homens passaram pelos mesmo dilemas e situações adversas que eu passei, conforta e encoraja.
Agradeço por sua contribuição em minha vida e na vida de meus familiares que também leram, e que por causa dele, estão entendendo minha situação melhor.

Bom, queria tirar uma duvida que surgiu durante a leitura do livro e na entrevista que você deu à Marília Gabriela:
Sua dificuldade de locomoção; a artrose ou artrite que você possui , foi causada pelo uso prolongado da testosterona? Foi ao menos acentuada?
Estou iniciando o uso de hormônios e queria saber quais as consequencias a longo prazo do uso desses sintéticos.
Você sabe de outros efeitos colaterais a longo prazo que voce sofreu/sofre pelo uso da T?
Desde já, agradeço. Sua resposta ajudará a compreender melhor o que vai acontecer com meu corpo, e me preparar para as futuras batalhas que irão surgir nesse renascimento.
Obrigado.
Deise Mesquita 30/5/2012

Pois é, acabei de ler o seu livro. No entanto, quando o texto chegava ao fim, eu não me conformava... Queria mais. Ano passado, na entrevista que você deu à Marília Gabriela, ela disse uma coisa que exprime exatamente como me senti após o fim da leitura: “Uma história muito rica para ser inteiramente apreendida num programa de uma hora.”
Embora a referência não tenha sido feita ao texto, falou ao meu coração, pois fiquei com a sensação de que cada capítulo daria, no mínimo, mais um novo livro. Revirei-o atrás de novos trechos, novas informações, e assim acabei lendo tudo, da capa à contracapa, passando pelas orelhas, dados de catalogação, informações sobre composição e voltando à dedicatória na folha de rosto... Tudo.
É redundância, mas preciso dizer que gostei muito. Trata-se de uma história muito humana. Deixa claro que, mais que um bom escritor, você é um grande sujeito.
Estarei lá, sentadinha no cinema, quando de sua apresentação nas telas, o que certamente acontecerá em breve.

Cantinho da Glória: Transexuais são os mais perseguidos, diz primeiro ...

Cantinho da Glória: Transexuais são os mais perseguidos, diz primeiro ...: Lara Haje 15/5/2012 O primeiro transsexual masculino brasileiro (transhomem), João Nery, afirmou há pouco que os transexuais são o seg...

O que é pior que um filho gay?

O que é pior que um filho gay?

terça-feira, 22 de maio de 2012

domingo, 20 de maio de 2012